Fornos D´ Argemela vai para quarta edição

O Festival de Feijão no Forno, no dia 28 de Abril/18, vai ter a sua quarta edição.

Trata-se de uma iniciativa intitulada, “Fornos D´Argemela” que vai ter gastronomia, tasquinhas, barraquinhas e muita animação de rua, isto para além, do tradicional feijão no forno assumir o estatuto de “rei” da festa, isto de acordo com o regulamento disponível deste certame que esclarece, “cada participante (Tascas) terá, obrigatoriamente, de apresentar uma ementa cujo componente principal seja o feijão no forno, não descurando os produtos hortícolas produzidos na região. Esta ementa deverá incluir sopa, um prato principal e doçaria local. Deverá ser apresentado o valor total da mesma para efeitos de divulgação”.

Ainda segundo o regulamento que a organização a cargo da União de Freguesias de Barco e Coutada em parceria com a Comissão Organizadora da primeira edição do festival que teve lugar em Outubro de 2014, tornou público, “o Festival Fornos da Argemela é uma iniciativa de caráter cultural, que pretende divulgar o património gastronómico e cultural da União de Freguesias do Barco e Coutada”, sendo certo que, “a gastronomia como manifestação de cultura desempenha um importante papel de promoção dos produtos locais, recuperação de vivências e modos de fabrico de outros tempos, atrativo turístico em termos de fluxos internos e de dinamização da população. Por outro lado, este património se não for cuidadosamente orientado poderá contribuir para uma descaracterização da cozinha tradicional e uma redução da qualidade do produto oferecido, com consequente perda de um valor turístico de grande interesse”, é um dos sublinhados do documento.

A organização fixou o prazo de inscrições até ao dia 14 de Abril e para os interessados podem consultar o regulamento na íntegra.

https://drive.google.com/file/d/1FIDJZin_IXqZFGlovjbSv2LbzkxtXkyJ/view, sendo que, este evento conta com a colaboração da população do Barco, da Coutada e das Associações existentes nas duas Freguesias e contribui para o desenvolvimento sustentado da região evidenciando as suas potencialidades culturais, gastronómicas e patrimoniais.

 

 


Partilhar